terça-feira, novembro 20, 2007

"Consciência Negra" ou "Vermelha"?




A demagogia dos políticos não conhece limites. Para angariar votos e oficializar vagabundices, não há o que eles não façam...
Mas, a instituição deste feriado de 20 de Novembro tem, também, outra finalidade que explicarei mais abaixo.
A autoria desse ato de sabedoria, como não poderia deixar de ser, é do PT. Se não me engano do deputado Paulo Paim (que por sinal não é branco, nem amarelo e nem negro) e, foi sancionado pelo nosso vagabundo-mór, o sidicalista, em 2003. É mais uma das aberrações deste lúdico país. Afinal, somos um povo rico, trabalhar para que?

Recentemente o Brasil foi classificado em péssimo lugar, em termos de produtividade, entre as nações emergentes. Somos campeões em número de dias de férias e feriados. Bilhões de reais são perdidos a cada ano com o festival de ócio instituido oficialmente. Isto, do setor voluntário, privado da economia. Imaginem as perdas do setor público, que contabiliza além do ócio oficial dos feriados, os "pontos facultativos", as férias em dobro, as "licenças premio" etc.. Está aquí, aliás, uma das razões da extrema demora em tudo que dependemos da máquina estatal.

Mas, mesmo não sendo este o cerne da questão, também poderíamos perguntar: se instituíram o dia da “consciência negra” por que não o dia da “consciência branca”, e o dia da “consciência amarela”?
Por que a discriminação?
Europeus e asiáticos tiveram enorme importância na formação do Brasil atual. No mínimo, a mesma importância dos negros.
Então, qual é “essa”, dos políticos?
“Essa”, dos políticos, é o seguinte: além da maioria desavisada aprovar a oficialização de tudo que é vagabundagem e puxa-saquismo ao eleitor, o PT, especificamente, segue uma cartilha maquiavélica: dividir para governar. E, entre os vários instrumentos para isso, sancionar como feriado o “dia da consciência negra” nada mais é que uma delas, cujo objetivo final é começar a estimular o racismo para outras finalidades.
Vocês podem pensar que é exagero de minha parte...Mas não é.
O fato, isolado, não significaria muito. Mas, no conjunto de outras ações deste governo do PT, é muito relevante politicamente.

Senão vejamos, é de iniciativa do PT:

  • a crescente doutrinação marxista nas escolas;
  • a não condenação de inúmeras violações constitucionais promovidas pelo MST;
  • o decreto “Quilombola”: uma sinistra e sorrateira, mas bem articulada revolução, que se serve da bandeira da luta racial para derrubar o direito de propriedade;
  • a proximidade e os elogios de Lula a “democracia” venezuelana;
  • as aspirações do sindicalista ao terceiro mandato; etc.,etc..

    Pensem e reflitam.
    Afinal, a consciência é negra ou vermelha?

2 comentários:

Star disse...

Consegui!!!!

Free!!! faz tempo que tento comentar mas o comentário não abre, hoje resolvi copiar o endereço o colar na barra, abriu!!!

Beijo

Saramar disse...

Freeman, boa tarde.

Certamente essas condutas que você citou integram um plano muito bem articulado do lulo-petismo para dividir a nação e reforçar o poder ao bando, mediante a utilização da ignorância, da vassalagem e da malandragem pura e simples de políticos que se vendem ora a um ora a outro partido.

Claro que a cosnci~encia, se existente, é da cor do mau-caratismo.

beijos, bom domingo.
P.S. Desculpe-me as ausências. O trabalho estava me deixando doida (risos).
Agora, já estou mais tranquila.